domingo, julho 02, 2006

Prefiro escondê-las...

Prefiro escondê-las, as minhas memórias. As minhas projecções, os meus sonhos. Prefiro escondê-las, a expô-las ao ridículo das realidades de quem não as entende. Prefiro escondê-las a deixar que sejam diminuídas, desvalorizadas, enxovalhadas. São minhas. São muito minhas. E prefiro a solidão de as guardar só para mim à monstruosidade de as ver divulgadas, disseminadas, incompreendidas… Comentadas por analistas incompetentes, pouco esforçados e pouco sérios. São minhas demais para as deixar ir. Quero-as a fazer parte da minha realidade. Não as quero ver com uma realidade própria em que perderiam valor. Prefiro escondê-las. Guardá-las só para mim. Prefiro a incompreensão à possibilidade do ridículo.

7 comentários:

gone disse...

Acho que, no fundo, te compreendo. Sempre fui muito "quem gosta, gosta; quem não gosta, gostasse", mas a pouco e pouco vou-me tornando mais racional e pensando um pouco mais da forma que falaste neste teu post...
Há, sem qualquer dúvida, pessoas que teimam em nos fazer sentir diminuídos quando, num momento de confiança, lhes contamos os nossos sonhos...
Se o segredo para não desistires dos teus sonhos é mantê-los para ti... Acho que fazes bem!
Promete-nos é que lutas por eles!

Um beijinho grande!

badger disse...

É sempre a melhor opção!! Acredita....

O ridículo... transforma os nossos sonhos, que nem por isso devemos largar, e algo insignificante!! Algo que não são!!

Beijos

MoonLight disse...

Se sentires que te apetece soltar tudo o que sentes... porque não o fazes? O que importa que os outros não compreendam... O que importa que percebam errado... É tudo isso que faz com que sejamos ÚNICOS e IRREPETÍVEIS! Muito obrigado pelo teu comentário no meu canto! E já agora... Adoro vir ler-te, porque por mais que eu escreva sobre tempestades, sobre viagens aos meus mundos, sentidos e sentimentos, continuo a admirar a tua frontalidade e a tua perspicácia! Cada um diferente! E ainda bem! Bjs de Luz

Lu@ disse...

Memórias nunca são ridiculas.
felicidades*

GK disse...

Claro que as nossas "coisas" são importantes! Claro que devemos "confiá-las" aos amigos (especialmente aos amigos)... Mas sabem que mais? Ando um pouco cansada de combater moinhos de vento. Quero sentir-me especial. Preciso disso agora. E só o tenho conseguido... calando-me! Assim, nada do que é meu é "overlooked". É que dói mais quando quem "passa por cima" são pessoas que amamos e se esquecem de parar para olhar...

E amigas:

Não precisam de fazer exames de consciência. Se eu quisesse passar-vos alguma mensagem, não usaria a net para o fazer.
Isto não é um pedido de atenção. É um desabafo. Apenas.

SoNosCredita disse...

como te compreendo...

noivo disse...

Infelizes os que falam sem dizer, os que imaginam sem pensar e ainda os julgam e não sabem. Para a frente!