sábado, maio 13, 2006

A Lua e os Estudantes

A lua tem estado linda e cheia no céu. As noites são longas, misteriosas e alegres.
Na minha cidade, a lua sorriu à festa dos estudantes. A folia terminou esta madrugada, mas quem a viveu vai recordá-la para o resto da vida.
Não há outro local no mundo onde os estudantes sejam um símbolo. Não há outra cidade nomundo que pare uma semana para os homenagear. Não há outro local no mundo onde a natureza respeite a sua alegria.
A lua encheu. As nuvens não choraram. O sol sorriu às suas caras ensonadas, que o saudaram já tarde, enquanto se preparavam para mais uma noite de folia.
Só Coimbra conhece de cor o código da praxe. Mesmo as caras enrugadas, tão características da Baixa e que nunca puseram os olhos num banco da universidade, sabem qual a distância máxima a que pode estar a capa da batina. Aqui, as cores das fitas são reconhecidas num ápice. O grelo, as fitas, a cartola arrancam um sorriso e um conselho imediato dos mais velhos.
Só esta cidade se veste de preto por uma semana sem que isso pareça estranho. Só aqui se enchem as ruas da Alta para ouvir o fado, com o colarinho bem tapado, em sinal de respeito. Só aqui se chora para sempre quando o carro da Queima não chega ao fim.
Só aqui 140 mil pessoas param por causa do cortejo. E é aqui que se reune, ao longo de uma semana, 10% da população do país.
Mostrem-me alguém que saiba gritar Briosa do fundo do coração e eu mostro-vos um estudante de Coimbra.
Quem chega a Coimbra em semana de Queima das Fitas, sente-a no ar... Nas lojas, nos autocarros, no negro dos trages... Coimbra transforma-se. Revela-se. Exorcisa-se.
Coimbra é, de facto, uma canção. Aqui, o sonho e a tradição são reais. Cheiram-se. Bebem-se. Choram-se.
Mas a canção terminou esta madrugada... E, em homenagem aos estudantes, a lua também se vai recolher...

7 comentários:

Acácio Simões disse...

efectivamente...já corri muito mundo e constatei que Coimbra é sui-generis.
Aí vivi ao longo duma vida(34 anos) e sinto saudades agora, por isso volto de vez em quando...saudades apesar de só estar a 20 quilómetros de distância...mas para quem ama Coimbra,vinte quilómetros é o diâmetro da terra.

SoNosCredita disse...

texto lindo!

"Só esta cidade se veste de preto por uma semana sem que isso pareça estranho."

a cidade, linda também.
só podia ser nossa!

Pisces Girl disse...

Não trocava Coimbra por nenhuma outra cidade de Portugal (pelo menos, enquanto for estudante).

Adoro a minha cidade!

HoneyWitch disse...

mágico...eu estive lá e de preto misturei-me com a noite...

(o melhor...deixei la um salto..=/)

mas coimbra é de facto um fenomeno nestas alturas...=)

Amor Maior disse...

Coimbra está de facto no mapa do coração! E que saudades me deste! :) Beijo meu

Athanais disse...

Oi. Primeiro que tudo brigada pela passagem pelo nosso blog.
Em segundo. O teu texto tocou-me fundo, porque exprimiu aquilo que eu sinto! sempre vivi em coimbra, mas este ano a Queima das Fitas foi especial: foi a minha queima. aminha primeira queima como estudante universitária. Nesta Queima fui uma participante e não apenas uma espectadora!
Parabéns. espero que não te importes, mas vou adicionar-te aos links.
bjs*

Gavi disse...

k espectacular pah...
eu adorava estudar em coimbra ms tou "presa" aki em lisboa, ond mal s sente esse espírito!
fui aí à keima pla primeira x est ano só 2 ou 3 dias é foi o suficiente para me apaixonar pla cidade (o k naum é mto bom)!!!
Enfim... nostalgias! ;)