sexta-feira, março 09, 2007

Preconceitos...

Não falo com aquela pessoa, porque ela é chunga: olha para aquela roupa. Nem me aproximo daquele gajo, porque ele é drogado, portanto também deve ser um criminisosito. Eu não vou aquele bar porque é um bar de engate. Eu não ouço aquela música, porque é música para totós.
Um grupo de pretos é um gang. Um cigano é perigoso. Um puto do Ingote é um marginal. Uma fã de uma boysband é uma histérica desmiolada. Um tipo do interior é pacóvio. Uma mulher gorda é uma gulotona. Um gajo de bigode é o típico tuga estúpido. Um futebolista é burro…
Estou farta!
Eu sei que os preconceitos nos ajudam a viver. Eu sei que agrupam as coisas em pacotes confortáveis! Mas não é cansativo estar SEMPRE a analisar e a justificar e a arranjar desculpas para não fazer isto ou aquilo, preferir aquilo ou o outro, pensar assim ou assado quando, na maior parte das vezes, estão a repetir o que leram nos livros ou ouviram alguém a dizer em vez de EXPERIMENTAREM?!
Falem com o drogado! Conversem com o cigano! Deixem o tuga explicar-vos porque é que tem bigode. Vão ver a boysband. Entrem no bar de engate! Aluguem o filme que acham que vão detestar! VIVAM UM BOCADINHO!!!!!!!
Talvez se surpreendam…

19 comentários:

João Cordeiro disse...

Mais uma vez obrigado pela tua visita

beijo sonhador

nuno disse...

Eu sei muito bem o que queres...
tu queres é arranjar mais fãs para os excesso... ;)

SoNosCredita disse...

sem a mínima dúvida que sim!

Ivo disse...

Aqui o «Pacóvio»... concorda na intergra!! Mais nada.... a não ser: O talvez desaparece, uma vez que, de certeza que se surpreendem!! :)

Bom Fim de Semana!!

Miss Alcor disse...

Tens razão... não há nada pior que uma ideia pré-definida.
É mau para os outro, mas é especialmente mau para nós, que podemos andar a perder as melhores coisas da vida!

Pisces Girl disse...

A sociedade em que estamos inseridas está repleta de preconceitos. Eu própria já fui vítima de preconceito quando andava no liceu...

Mina disse...

Se cada um se metesse na sua vida, ao invés de andar por aí a falar dos outros, é que era mesmo fixe!!! :)
Bjs, bom fim de semana!

Bikoka disse...

Bastam uma coisa; respeitemos os outros. Bastava isto.

Jotabê disse...

Por questões de logística, respondo a este teu post, com um post no meu blog.

:)

Beijoca

Sofia disse...

lolol... Fizeste-me lembrar aquele sketch dos gato fedorento em que o Ricardo alcunhava os amigos e o Tiago corrigia-o com os nomes verdadeiros. Tal como o teu texto, espelha bem a etiquetagem que se faz.
A sociedade não passa de um catálogo humano... infelizmente.

Beijos Sofia

Papoila disse...

Ola passei para te deixar um doce bjinho e dizer-te que tens razao, viva a multiculturalidade,
Boa noite,
Papoila Sonhadora,

voyeur de blogs disse...

Então GK ficaste assim tã chateada por a malta não gramar da musica dos excesso. Eu não gosto da musica deles, mas nunca disse que não gostava deles, são duas coisas diferentes.
Os preconceitos são como o stress, há o bom e o mau, o pior é saber destinguir o trigo do joio.
Bom fds

GK disse...

Voyeur de Blogs:
A questão não se resume aos Excesso, mas se me perguntares se acho que existe um preconceito contra boys bands a minha resposta é clara: SIM, CLARO que existe!

Se eu escrevesse acerca de Bach ou até de Jorge Palma NINGUÉM me vinha com os "gritinhos histéricos" dizer: "O quê?! Gostas disso! Que horror!", porque se reduziam ao estereótipo do que “é bom”! E, se calhar, até gosto, porque uma vida é um todo, não é um estereótipo! Gostar de Excesso não me faz uma cabeça oca. Gostar de heavy metal ou Hip Hop não faz de mim violenta! Gostar de Rachmaninov não faz de mim culta!

Jotabê:
Isto é como em tudo na vida: “És preconceituoso?” Resposta? “Claro que NÃO!” Sempre. NINGUÉM é preconceituoso… E, no fundo, somo-lo todos.

Nuno:
Com todo o respeito: E se fosses dar uma volta ao bilhar grande e me contasses o que viste? LOL

Jotabê disse...

Claro que somos e eu não sou excepção, mas ligar o preconceito ao bom senso, tentar não o ser, e transformá-lo em conceito, é um sinal de maturidade e inteligência. No meu post ‘Pai estou tramado’ de 28 de Junho, faço referência, através de duas estórias vividas na primeira pessoa, precisamente ao preconceito, ideias preconcebidas, às diversas situações que lhes estão associadas, e o que de positivo se pode extrair, para nos movimentarmos, no que apelidei no teu post, no emaranhado que é a vida.

Por tal facto, tento dentro do possível, fundamentar as minhas opiniões através do conhecimento prático, e exerço o exemplo nas pessoas que me rodeiam.

Li uma vez algo mais ou menos assim, «...viver, é fundamentalmente mudar o que fazemos de mal, arrependermo-nos desse mal, não é um sinal de fraqueza, mas sim que estamos atentos aos nossos erros, e a meio caminho de os repararmos, não os repetirmos é outro sinal, mas desta feita de inteligência, no processo de aprendizagem, é imperativo saber lidar com os erros da vida, já que não os conseguimos evitar.»

Estes últimos post’s têm sido bastante intensos heim?! Incluindo este último, o qual sugere-me esta citação.

È impressão minha ou o teu «HAVE A NICE DAY. :)» está com cara de agasto?

:\
:)

beijoca

**chronicles arclight** disse...

sim
concordo ctg
gostei mto d t ler
pk abordas o assunto de forma humana

devemos aproveitar cada segundo k a vida nos oferece
pk n sabemos o dia d amanha!

bj grande*******************

Marta disse...

Tenho alguns preconceitos sim, mas tento combatê-los, e quando não consigo, guardo-os para mim! Não acho q gostares dos excesso faz de ti cabeça oca, o facto de eu gostar de muitas coisas q a maioria n gosta tb n faz de mim cabeça oca. Mas no caso das boys band, acredito sinceramente que há por aí mta gente q diz q não gosta, mas compra tudo.
Gostei do teu post, dizes o que pensas e não o q quem aqui vem quer ouvir.
Parabéns.
bj

Pepe Luigi disse...

É mesmo!

Um beijinho
do Pepe.

Joanne disse...

Totalmente de acordo! As pessoas guiam-se sempre pelo exterior, por aquilo que a pessoa APARENTA ser! Se cada um de nós olhasse um bocadinho por nós abaixo e contasse os defeitos então compreendia o próximo... porque no fundo somos todos iguais, temos todos a nossa raça, as nossas manias, etc etc etc!


Bjocas! Adorei o post!

rmj disse...

adorei... vou "raptar"! tem tudo a ver com o tema do meu blog... ;)
bjs