quinta-feira, setembro 14, 2006

O sonho manchado...

Era uma vez uma menina. Uma menina que apesar de já ser crescida, não tinha sido menina… e por isso aproveitava cada desculpa para resgatar essa infância roubada.
Essa menina engravidou há muitos anos. Numa altura em que ainda lia e acreditava em poemas de amor…
A vida foi cruel. Por razões mais difíceis de que recordá-las, ela abandonou a bebé na minha na minha casa e foi embora. Andou perdida e esquecida, enquanto a bebé encontrava uns avós que não eram dela. Andou perdida e esquecida e voltou a perder a infância. Perdeu-se no mundo e deixou o mundo que conhecia.
Anos depois, quando ela acreditava que eu a ia receber com espinhos, recebi-a com um abraço e ela desfez-se em lágrimas. Eu sabia que ela tinha passado pelo Inferno e voltado. Não podia julgá-la.
Essa menina é o meu karma e eu o dela. Não podemos dizer adeus uma à outra. Já tentámos e falhámos. Decidimos aceitar o destino…
Recentemente planeámos uma viagem. Uma viagem de sonho. Mas a menina tinha novidades… Estava grávida novamente. Ela ainda acredita nos poemas…
Nessa viagem de sonho tivemos uma conversa difícil. Disse-lhe que ela estava a repetir os mesmos erros do passado. Disse-lhe que ela tinha de mudar qualquer coisa. Que o destino estava a dar-lhe a oportunidade de fazer diferente desta vez…
A viagem passou. E foi um sonho!
Já em casa - eu cá, ela lá longe - ainda a viajar, quis falar com ela. Ela já não se lembrava do sonho.
_ Fiz um aborto. – Disse-me.

… O que é que EU fiz?!! Podia fazer diferente? Fui honesta. Mas sei que o que disse levou a este desfecho… Será que foi melhor assim?
…Então porque é que o meu sonho é manchado por esta lembrança?

13 comentários:

Mina disse...

Há decisões muito difíceis de tomar. Quando a vida é feita de sofrimento, tudo se torna ainda mais complicado. Mas a honestidade é que faz a diferença. Se estás bem contigo mesma, é meio caminho andado.
Beijoca.

Ivo disse...

a honestidade é uma marca importante! Se o passado cruel, marcado por sofrimento...não consegue ocultar-se.... a tua sinceridade, foi o melhor!!~Não vejo o porquê do teu sonho manchado!! beijokas

woman's secret disse...

Nem todas as decisões são tomadas de animo leve, e a nossa mente... traiçoeira leva-nos ao passado que gostariamos de eskecer...

Deixo um beijo à minha passagem por aki.

SoNosCredita disse...

TU não fizeste nada!!!

Mossoila disse...

Ao contrário da sonoscredita, acho que fizeste o melhor: foste tu própria.
Que outra coisa fazer?
"Que bem que te vejo"... and so on, and so on.
Disseste o que tinhas a dizer e a opção tomo-a, quem a tinha de tomar, nada mais.

MoonLight disse...

Não te culpes de algo que não é teu. Cada um tem na sua vida, hipótese de fazer as escolhas e "puxar" a si o que quer viver. Quem sabe se esse confronto não foi necessário? Quem sabe se assim não foi melhor? Quem sabe?... A escolha foi dela, não tua.
Por isso, segue em frente.
Muita força.
Bjs de Luz

Bel disse...

Certo que essa menina já perdeu a ilusoa ha muito.
Espero sinceramente que volte e fique.

P.s. se puderes passa la no blog, estou a tentar identificar uma música quam sabe nao conheçes
obrigado
jinhos

Dany disse...

A verdade e realidade continuam crueis nos momentos mais inesperados!

stela disse...

Decisões difícies, individuais, de cada um de nós. A nossa sinceridade por vezes pode não estar à "altura" do que os outros estão preparados para ouvir... mas a sinceridade e honestidade acima de tudo! Afinal não estamos cá só para passar a mão pela cabeça, há coisas que precisam de ser ditas, principalmente aos nossos amigos!
beijos

Luis Duverge disse...

Todos temos consciência ...o importante é estares de bem contigo.
Mesmo que quisessemos não podíamos mudar o mundo, assim mudamos um pouco todos os dias.
Beijinhos

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

De passagem e a correr para te desejar um bom fim de semana
beijinhos

Ines disse...

A vida vai ensinando a não julgar os actos dos outros. Nunca saberemos como teria sido se outro caminho tivesse sido escolhido.
Aceitar qe o outro é livre, nas suas decisões, nos seus sonhos, na sua capacidade de se afastar de nós, nem sempre é fácil

GK disse...

Obrigada a todos.
Eu SEI tudo o que me dizem. Mas o que SENTES às vezes é diferente.
Sim, cada um tem a SUA vida nas SUAS mãos. Ninguém é responsável pelos actos de ninguém... mas... há sempre um "mas", não há...?...

Bjs.