terça-feira, setembro 26, 2006

Já não consigo...

Já não consigo estar aqui… Não sei se é o tempo cinzento, se apenas a minha paciência que chegou ao fim. Sinto-me sufocar!
Quero fazer as malas e ir. Embora.
Estou cansada de esperar.
Sinto que estou a perder tempo precioso, a desperdiçá-lo aqui, quieta. Não sei o que deveria estar a fazer, mas sei que este cenário está gasto, velho.
Tenho de sair daqui.
Amesterdão, Barcelona, Zurique, Nova Iorque… Londres… Tenho de ir. Tenho de respirar!
Estou cansada de lutar contra as manhã… Contra a dor de ter de acordar!
O mundo parece gritar: "Resigna-te!". Mas, pá!, eu nunca fui uma alma resignada.
Mas não, mundo, não te preocupes. Todas as tuas vidas patéticas e formatadas podem continuar o seu percurso tranquilo sem qualquer sobressalto de preocupação pela minha pessoa… Desistir nunca foi uma opção.

11 comentários:

sonhador disse...

Dizem que a vida é um mar de rosas.
Eu não acredito nisso.

Sempre disse é que, se a vida é um mar de rosas, os espinhos são os obstáculos que ela nos traz.
E nós temos de saber que acreditar que somos capazes de saber ultrapassar cada um desses obstáculos.

Acredita que também vais conseguir.
Também já me deu essa vontade de sair daqui, para respirar.
Mas, infelizmente, o ar já está muito "contaminado".
Temos de o saber regular para o nosso bem-estar.

Obrigado pela visita.
E linkei o blog "Coimbra dos Amores".
Não no blog em si, mas no bloglines.
É a minha cidade desde que nasci...

Bjos.

Nilson Barcelli disse...

Eu saí "daqui".
Respiro melhor.
Mas, por outro lado, perdi outras coisas...
Mas sei que tu vais dar a volta à situação. A menos que o texto seja ficção...
Um beijo.

Mina disse...

Sinto-me exactamente como tu!
Tomara poder sair daqui para fora... viajar acalma-me!
O tempo também não ajuda... enfim, novas motivações precisam-se...
Beijoca e respiremos fundo... dias melhores virão! :)

The Star disse...

Mas este sentimento é geral? É contágio via blog?
Se quiserem sair "daqui", avisem que eu também quero irrrrrrrrrrr.

Luis Duverge disse...

Mais importante do que partir é fazeres, realizares algo que te motive. O sítio, o local onde o fazes é acessório, acredita. Existem N instituições de ajuda por esse mundo fora a precisar de pessoas com espírito de missão.
Agora tens de pensar se queres trabalhar para os outros ou criares as tuas oportunidades.

Um beijo solidário

Anónimo disse...

Um beijo e um desejo que o sorriso seja o sol a brilhar nos teus lábios.

stela disse...

Eu também já quis ir... não sabia era bem para onde? Acho que o problema estava em mim e não no sítio!
A ti vejo-te com força! Muita força!
E o que desejo é que faças o melhor, sempre com essa força e um sorriso bem rasgado!
beijos grandes

Ivo disse...

Pois.... Tive uma altura que pensei mesmo que este País me desiludia ao máximo! As pessoas, eram falsamente sinceras... apeteceu-me largar tudo! Família, amigos, pessoas que realmente ram importantes.... e zarpar para «fora disto»!!

Talvez tenha tido um golpe de sorte! Talvez!! O certo é que quando tudo se direccionava para a fuga... consegui um trabalhito!!

MAs... antes Ficar e Lutar!! A sério.... Beijos

Pierrot disse...

Vá lá...
Vamos embora.
Pegamos na trouxa, levamos o indispensável para registar os nossos sonhos e acredita que seremos felizes e por certo uma estrela encontraremos para que todos vejam a nossa felicidade.
Chega deste mundo cinzento.
Bjos daqui
Eugénio

mixtu disse...

pois te garanto que só "respiras" em Amsterdam ou New York...

beijos europeus

Dany disse...

Bem...se quiseres vem fazer-me uma visitinha a Lisboa...sempre mudas um bocadinho de ares e conheces pessoas novas! Cá te espero!