segunda-feira, setembro 18, 2006

Bibelô Inútil...?

Hoje fiz a minha viagem inaugural à Casa da Música, no Porto. Já tinha ouvido alguém qualificar “o meteorito” de “bibelô inútil”… mas não quis acreditar… Mal sabia eu o que me esperava depois de uma viagem propositada e preparada ao pormenor, iniciada em Coimbra…
Como qualificar uma casa de espectáculos:
- onde um público quer ver um concerto e não consegue chegar à sala porque a Segurança não se entende, mas, na dúvida, ninguém entra;
- onde são destacados apenas DOIS membros da equipa de Frente de Casa para um evento em que recebem músicos E artistas;
- e onde tudo isto tem de ser resolvido apenas quando a Casa da Música abre – às 10h da manhã – e antes do início do concerto – que está marcado para as 10h da manhã – e ao mesmo tempo que se colocam dezenas de bebés numa outra sala onde o concerto também começa às 10h!!!
OSTENTAÇÃO. É o que me ocorre.
Gastam-se 100 MILHÕES de euros a fazer-se, mas não se põe a funcionar condignamente.
Gastam-se 100 milhões de euros (repito!) numa casa de espectáculos onde há folha de ouro a decorar o Grande Auditório, mas onde a equipa não sabe qual é a sala em que vai decorrer um espectáculo que está agendado há meses.
Gastam-se 100 milhões de euros (repito novamente para ninguém esquecer!) num BIBELÔ onde, quando a equipa finalmente descobre onde o espectáculo e como se chega lá, não há quem acompanhe o público até à sala!
“Bibelô inútil” será o termo certo, não?… Pelo menos tendo em conta o (péssimo) exemplo.
E viva o livro de reclamações!

9 comentários:

Bikoka disse...

Foi de facto uma casa muito cara mas pelo menos já lá ouvi e vi bonitos concertos.
A mim o que me interessa é a música e não o facto de ir a um calhau.

Ivo disse...

Será o termo certíssimo!! Mais Nada!!

Boa Semana!!

SoNosCredita disse...

quero muito lá ir...

mas obrigada pelo 'aviso': sempre irei prevenida.

agora, em relação à situação a que te referes, é - no mínimo - falta de profissionalismo.
e andamos nós aqui, sem trabalho.

revolta!!!

Pierrot disse...

Não podia estar mais de acordo cara Gk. Pudera eu mandar e isto seria bem diferente. Eu tenho escritorio a 50 metros da casa da musica, na rotunda da boavista, e acrescento as tuas criticas ao restaurante/café que agora existe na dita casa de espectaculos. É indescritivel que o mau gosto ande tão associado à falta de bom senso.
Bjos daqui e desculpas portuenses deste coimbrão que por cá vive.
Eugénio

BaD disse...

Gosto de vaguear pela blogosfera e encontrar sitios assim. Gostei imenso do blog. Vou linkar. Parabens!

Dany disse...

Decididamente o espectáculo em segundo plano!

The Star disse...

E é este o nosso Portugal.
Nunca fui à casa da música, e já estou a ver que não irei lá tão depressa... :S

-pirata-vermelho- disse...

Você! diz 100000000€ ... sabe que ninguem sabe AO CERTO quanto aquilo custou?

Então vá-se preparando para fazer a cobertura da OTA e do TGV, paa não falar em outros pequenos monstros menos badalados.

(Lamento. Tanto como você.)

GK disse...

O valor foi o que nos foi dito na visita guiada por uma colaboradora da Casa da Música... Só posso acreditar...