domingo, janeiro 21, 2007

O cheiro do Sol

Onde eu vivo, o Sol tem cheiro. Cheira a terra seca, a vegetação quente e à pedra e ao cimento das casas. Tudo misturado.
Adoro o cheiro do Sol. Aquele cheiro que surge quando a chuva não nos visita durante uns dias e o Astro Rei manda no nosso mundo, mesmo que ainda tímido. É o cheiro dos dias longos. É o cheiro das roupas bonitas. É o cheiro dos encontros com amigos e das tardes na esplanada. É o cheiro da esperança no amanhã e do riso dos miúdos à beira-mar e das viagens. Das novidades e das noitadas, e dos disparates e das sardinhadas.
Mesmo que a chuva volte para apagar o cheiro, o Verão ficou semeado, a deixar saudades, no fundo da memória.

12 comentários:

João disse...

Olá
Adorei o teu blog.
Continua e passa pelo meu e deixa la a tua marquita.
Beijinhos

SoNosCredita disse...

tão bom... hmmm... já o sinto a queimar-me!

Mina disse...

O solinho faz milagres... e as saudades do verão...!
Bjs, boa semana solarenga :)

Jotabê disse...

..'cheira-me' que mais tarde ou mais cedo esta prosa se transformará em poesia.

:)

Beijo

pensamentos_vagabundos disse...

:)que país lindo nós temos...afinal conseguimos ter saudades das estações,porque as temos...
beijo vagabundo

Ines disse...

Eu adoro o cheiro das coisas!!!!!

nuno disse...

e aquelas noites mornas que só apetece dormir sob o céu estrelado...uhmmm....

The Star disse...

Fizeste-me sentir saudades da Primavera, a minha estação favorita.
:)

Marta disse...

Nunca tinha pensado no cheiro do sol, mas agora que te ouvi... o cheiro do sol é realmente fantástico.
bj

Borboleta disse...

:( O sol deixou saudades..mas infelizmente a chuva já voltou...jinhos

Cleopatra disse...

Onde eu vivo o sol cheira a mar...
Cheira a verão...
Cheira a reflexos de luz e prata....
Cheira a gostar,... a sentidos, a sonho e a saudade........

Anónimo disse...

Esse nao eh o cheiro do Sol, e sim da terra seca, da vegetação quente, da pedra e do cimento das casas, sua estupida.