sexta-feira, novembro 03, 2006

Cenas de mãe

A minha mãe ontem quis ir comigo a uma consulta. Como sei que ela aproveita todas as oportunidades para ir dar uma volta sem a supervisão atrofiante do meu pai, aceitei pacificamente.
Já na sala de espera, quando a recepcionista me revelou que eu seria a próxima paciente, ela posicionou-se para entrar comigo. Disse-lhe que não era preciso e ela resignou-se.
Passados dois segundos deste último pequeno debate, ela vira-se para mim – filha crescida, já perto dos 30 – e diz para toda a gente ouvir:
_ Não te esqueças de lhe falar dos comprimidos que andas a tomar e diz-lhe que os tomas há muito tempo! – De dedo em riste!
Ao que eu respondi com o resignado e habitual: “Mãe, eu já não tenho 3 anos!”, acompanhado do olhar ameaçador.

(Claro que no fim da consulta e já fora do edifício, ameacei-a com um calduço da próxima vez que ela fizer o mesmo… Mas desconfio que não vou ter sorte nenhuma… LOL)

9 comentários:

Pierrot disse...

Pois, mãe é sempre mãe...e não há maneiras...
Umas mais galinhas, outras mais desprendidas, mas não há mesmo nada a fazer.

E os comprimidos, falaste ao médico?

;-)


Bjos daqui
Eugénio

BroTTas disse...

nao me parece que da proxima seja diferente...

Eli disse...

Ui... eu não tenho disso! Há muito tempo que pus os "pontos nos is" e que sou independente!!! Olha que é possível! Só custa no início, mas estás no bom caminho! Tens que te impôr!

:)

Jotabê disse...

Compreendes agora a supervisão atrofiante do pai.

:)


Beijocas

A.J.Faria disse...

Olá, GK!
Ficaste um pouco corada, talvez, mas o importante é teres uma mãe que ama!

Um beijo!

pensamentos_vagabundos disse...

tambem acho que não vais ter sorte hehehe:)~
beijo vagabundo

Enfim... disse...

é bom ás vezes sentir mos o conforto de uma mae galinha, é sinal que se preocupam conosco.Bjokas

Mossoila disse...

Algo estaria mal se a tua maezita não o fizesse.
Tiveste a mais valia de ficar com tema para post (apesar da irritação inicial).

Beijokas, e vai divertindo-te com ela e para ela ;)

SoNosCredita disse...

mães!


sabes aquele anúncio em que mostram filhos, em diferentes situações, que chamam logo as mães, por tudo e por nada... farto-me de rir, porque ainda hoje sou assim. embora já não seja como era há uns anos.
de qualquer forma, irrita-nos sempre que elas nos tratam como meninos de colo. ;)