quarta-feira, novembro 08, 2006

Os meus óculos Chanel

Cada um sente a crise à sua maneira. Para uma amiga minha, ela veio na forma do preço das botas. Ficou chocada quando lhe pediram mais de 100 euros por umas botas de cano alto, algo actualmente banal… No meu caso, a crise chegou com os meus novos óculos Chanel…
Fui ao oftalmologista – já de si, acto suficiente para ter de empenhar couro e cabelo – e a seguir rumei a um oculista para substituir os meus queridos e velhos óculos.
Primeira pergunta: “Que género de armação pretende?” Como sempre, pedi algo discreto, pequeno: a única coisa que “cabe” no meu rosto sem eu parecer uma condenada. Mostraram-me um monte de coisas ainda grandes demais. “Mais pequeno, mais discreto”, disse. Resposta? “Ah… Bom, mais discreto… só de griffe...”
Confesso que a princípio nem assimilei o que isso significava. Mas parece que tenho um pé na lixeira, outro no court de ténis… É que passado menos de nada estava a experimentar óculos muito mais ao meu género e… de marca…
Hugo Boss, Ray Ban, Donna Karen, Chanel, etc desfilaram pela minha cara. Giríssimos… Agora a dificuldade estava na escolha.
Escolhi a bem-dita armação. Perfeita para mim. Chanel. 210 euros!!!!... Hello, crise!!!
Podia ter escolhido algo mais barato… Mas não muito mais barato! E aí reside a imoralidade dos preços! Podia ter ido para uns óculos que me ficavam pior e eram um POUQUINHO mais baratos. Mas, já que ia ficar depenada, pensei: “Se é para gastar uma barbaridade, pois… que se note!”
E lá fui hoje buscar os meus novos óculos Chanel a amaldiçoar a inflação e os chupistas. Larguei, ao todo, 482 euros naquela loja! De uma só vez! E pergunto-me: como é que as pessoas vivem?! Isto é mais do que muitos salários!
… Pena, pena, tenho de eu própria ainda não ter percebido como tirar partido da inflação… :(

10 comentários:

Mina disse...

Hoje em dia é tudo assim, e sempre a piorar... qualquer dia, pagamos só para sair de casa...
Beijoca!

name unavailable disse...

O futuro da sociedade portuguesa, cegos, surdos, rotos, desdentados, valham-nos as papas nestum mel... :)

Nuno

Bikoka disse...

Desculpa mas não concordo quando dizes que podias ter comprado uns mais baratos e tal: para uma pessoa do teu nível o mínimo é uns Chanel e não aceito desculpas.
Eu cá não passo sem os meus Silhouette mas tenho uma grande vantagem: tenho um Pai oftalmologista!

asdrubal tudo bem disse...

gente chique é outra coisa.

pensamentos_vagabundos disse...

ao menos que te fique a matar:)
beijo vagabundo

SoNosCredita disse...

os meus são Emporio Armani... mas, na altura, nem reparei.
queria-os o mais simples possível: são daqueles sem armação à volta da lente, extremamente leves e transparentes. discretos, portanto.

acho que fizeste muito bem! ;)

Ah, mas mesmo assim, lembro-me que as lentes é que eram super caras!!

Enfim... disse...

eu não tenho oculos chanel :( Bjokas

BroTTas disse...

ainda bem que não preciso de oculos... so de sol e mesmo esses uso pouco.... bj

Jotabê disse...

Perguntas como é que as pessoas vivem? Bem, vivem franzidas com falta de vista, ou então vão para as promoções da Multiopticas.

Com aquela expressão "...tenho um pé na lixeira e outro no court de ténis", ainda me puseste a rir.

Imagino que vejas as coisas muito melhor e mais lindas, com uma griffe dessas nos olhos!

:)

beijo

Pierrot disse...

Uau..
Com uns olhos de tantos euros deves ser uma perfeita femme fatale... ;-)

Bjs daqui
Eugénio