quarta-feira, abril 26, 2006

Fechados no Dolce Vita...

Ou a minha vida anda mesmo muito chata ou eu sou mesmo alucinada... Eu explico...
Eu e o meu namorado fomos ver “O Infiltrado” (muito bom, a propósito! A tradução é que era horrível!)... Bom, dizia... fomos ver “O Infiltrado” à última sessão no Dolce Vita Coimbra. O filme é tão bom ou tão mau, que ficámos p’aí 45 minutos no carro a discutir os pormenores. (A sério! Estivemos mesmo só a falar. Não corremos qualquer risco de aparecer um vídeo porno nosso na net!)
Os carros iam desaparecendo do estacionamento e nós no paleio. O “pirilampo” (aqueles senhores de coletes florescentes que fazem a ronda nas moto 4, sabem?) andava por lá e nós estávamos “na descontra”.
De repente, damos conta de que as luzes do shopping estavam apagadas. O “pirilampo” tinha abandonado a moto 4 à entrada. Não havia ninguém.
O meu gajo só disse: “Espero que não tenham fechado as portas do estacionamento.”
Passava das 3 da manhã. E, sim, tinham fechado TUDO!...
Marcha atrás a custo. O meu gajo a stressar. Eu sugeri tentarmos ver se havia alguém dentro do shopping antes de ligar a.. sei lá... alguém!
Voltámos ao estacionamento... As portas automáticas do estacionamento para o shopping não abriam... Mas o meu gajo, já pronto a explodir, lá as conseguiu abrir à força.
Enquanto ele assobiava a quem quer que pudesse ouvir e montava guarda junto às portas, eu fiz a ronda ao shopping: voltei aos cinemas, no topo, depois fui até À cave. É que eu tinha visto gente, dentro do Jumbo fechado, quando voltámos a entrar. Bati, chamei. Nada. Só se ouvia música em altos berros.
Era ridículo ligar ao 112. Não era propriamente uma emergência. Mas estávamos a ficar sem opções...
Agora vem a confissão: eu estava a curtir a cena. Estava mesmo!... O meu gajo é que não...
Enfim... Finalmente, num dos andares de cima, lá apareceu um senhor. Explicámos-lhe que queríamos e que não podiamos e ele disse que alguém nos iria abrir a porta.
Dirigimo-nos ao carro e de carro para a saída. Lá veio um segurança na moto 4 abrir-nos a porta do estacionamento – que se abre manualmente!!! – com cara de poucos amigos... (Ora pois, um casalinho que se “esqueceu” de sair do shopping àquelas horas... Suspeito...) ;)
Agora volto À questão inicial... Porque é que eu me diverti tanto com isto? Ou a minha vida anda mesmo muito chata ou sou mesmo alucinada! Embora a primeira não seja mentira, eu inclino-me mais para segunda hipótese. LOL

NOTA: O Dolce Vita Coimbra fecha as portas às 3 da manhã! Só para que conste...

5 comentários:

andre rodrigues disse...

Diagnóstico: alucinação pura... mas saudável :)

Beijo

Amor Maior disse...

Ainda bem que avisaste! É que já lá fui ao cinema e nunca se sabe! :) eheheheh Beijo meu

Ant disse...

Ora aí está daquelas situações qye nos fazem rir durante e depois de acontecerem. E daqui a uns dias é a risota total.
Beijo

S disse...

Grande aventura! :)

HBesteiro disse...

lol.. lindo!!!
nca la fikei ate essa hora.. mas acho um bocado estranho k vao embora com carros la dentro e nao os verifiquem