quinta-feira, abril 24, 2008

Vou auto flagelar-me!

Olho em volta e está tudo louco. Deve ser da idade. Está toda a gente a casar-se, a comprar casas… De grávidas então parece que existe uma verdadeira epidemia.
É assustador.
Eu, GK, faço 30 anos em Junho e, aqui, perante vós, declaro: Não quero nada dessas merdas para mim! Pela menos para já!
Há TANTOS sítios onde ainda não fui, TANTAS pessoas que ainda não conheci, TANTAS coisas que não experienciei… Vou lá assumir compromissos do tamanho de camiões TIR?! Como posso garantir que isto que decido agora é o que quero PARA SEMPRE?! Ainda não vi NADA da vida. Ela ainda está só a começar!
Cruzes, credo!
Eu vejo estas pessoas todas, corajosas, à minha volta, a lançarem-se em coisas que julgam definitivas e seguras com um sorriso nos lábios e fico espantada! Olho-os e vejo gente de olhos vendados! Gente que julga ter descoberto o sumo da vida e ainda nem foi à esquina, mas acredita, de punhos serrados, que vai ficar naquele sítio, com aquela pessoa e fazer o que faz hoje para o resto da vida! Será?!
É verdadeiramente inacreditável!
Mas, claro, como sempre, a inadaptada sou eu. Pelo que, depois deste sentido desabafo, me remeterei ao silêncio e, cada vez que sentir o meu cérebro a congeminar questões ao ter perante si estes seres inconscientemente felizes, vou censurar-me e auto flagelar-me até sentir que tudo isto é normal!

15 comentários:

Ervilha Escriba disse...

Não te lesiones que o Rock in Rio está aí a chegar :)

Pisces Girl disse...

GK: Ao contrário de ti, eu sonho casar um dia, mas parece que esse sonho ainda está bastante longe de ser concretizado. Já não acredito que algum dia vá encontrar o meu "príncipe encantado", por isso, posso esperar deitada para não me cansar... :o|

Um beijinho grande,

Pisces Girl.

Carracinha Linda! disse...

Olá GK,

Já passei por quase tudo isso excepto a parte de engravidar (coisa que eu tanto quero mas que por medicação que tomo e outros factos cada vez é mais adiada...).


Não és tu que és inadaptada (se o fores, o que direi eu quando há 2 anos a minha vida girou 180º?).

Vive cada dia. Faz os teus planos. Não vás pelo mesmo caminho que todos os outros vão. Escolhe tu o caminho que queres seguir. Chegará o tempo em que tu sentirás, ou não, se estás preparada para dar esses passes de gigante. Mas atenção: não os dês se tiveres a mais pequena dúvida.

Beijocas e bom fim-de-semana!

The Star disse...

Cada um é como cada qual e é bem verdade. O que para uns é a felicidade, para outros poderá ser o oposto.
Não tens de te sentir inadaptada, só porque não vês as coisas da mesma forma que a maioria.
Eu própria, com 30 anos já feitos, sinto o mesmo que tu, que ainda não vivi a minha "liberdade" o suficiente ou que sou nova demais para me ancorar a algo definitivo, nem sei se algum dia estarei preparada para o fazer.

Nilson Barcelli disse...

As coisas não são inconciliáveis.
Acredita em mim, que só depois de casado é que tive a maior parte das coisas que tu queres antes de seres casada.
Para além disso, há merdas deliciosas...
E despacha-te... não te venhas queixar, depois, que os teus filhos te chaman avó...

Bfs, beijinhos.

Gata Verde disse...

Inadaptada? Então junta-te ao clube amiga!
Muitas pessoas me olham de forma diferente só pelo facto de adorar viajar. Essas pessoas nas minhas costas devem dizer: "em vez de assentarem e terem filhos,andam só na boa vida". Boa vida...é isso que os chateia,porque enquanto estão em casa preocupados com os banhos,as fraldas e os biberons nós andamos a saborear a VIDA!

Anima-te porque o Rock in Rio está quase aí!!!

Rafeiro Perfumado disse...

Psssst, olha que casada continuas a poder fazer essas coisas todas, só tens de saber escolher o parceiro...

Enfim... disse...

loool são maneiras de ver a vida de maneira diferente claro que a tua não e má de todo mas és uma em 100 sei lá lool

eu comecei a namorar aos 14 anos com o rapaz com que ainda hoje namoro loool somos tanto amigos como namorados tudo o que vivi com ele e curti com ele não o faria com amigos de certeza esses nem sempre são aquilo que julgamos ser

tenho sido feliz ao longo de todos estes anos com altos e baixos e claro mas diverti me tanto quanto me devertiria com amigos :d

mas la esta n decordo de tudo o que dizes :P

beijinhoos

marco disse...

ainda es taaao novita!

Kalua disse...

linda... aproveita a tua juventude!
se eu soubesse o que sei hoje te garanto que numa casa não me metia! casamento é um mero papel que atrapalha mais do que ajuda...
filhos, bem, aí já penso de maneira diferente, sempre foi um sonho/objectivo para mim...apesar do meu pestinha dar cabo de mim,não há nada que eu mais ame neste mundo (bom... talvez o George!!! LOL)
o amor é amor enquanto dura... pode ser fugaz ou durar uma vida inteira, nunca se sabe!
se não tens esse sonho de ser mãe, tens mais é que aproveitar a vida...
bjs

Tozé Franco disse...

Nunca digas "Desta água não beberei".
Um abraço e fica bem.

Nilson Barcelli disse...

Bem... não apareces há tanto tempo que das duas, uma... Estás em lua de mel ou em Barcelona...

Num caso ou noutro, espero que esteja tudo bem contigo.

Beijinhos.

SoNosCredita disse...

há dias isso veio-me à cabeça... e, por mais que queira mto encontrar o meu cúmplice, quero também fazer e ver muitas coisas. que, provavelmente, não serão compatíveis com a tal relação ou o tal compromisso!

:/

de qq forma, acredito que se for 'a tal' pessoa, fará naturalmente parte dessas aventuras!

:)

GK disse...

Pessoal,

Não tem a ver com o facto de querer ficar sozinha o resto da vida. Eu tenho uma relação de 8 anos. Mas acho que seria hipócrita da minha parte prometer coisas, a mim e ao mundo, que não sei se vou cumprir... Aliás, que nem acredito que possa cumprir.

Felicidades para todos.

Canephora disse...

Minha linda e doce ingénua...
não é necessário auto-flagelares-te... já basta qdo decides mal, qdo optas por uma coisa e reconheces que deveria ser a outra.

Mas acredita, não é sozinha ou acompanhada que farás diferente quanto ao que queres...
conhecer lugares, pessoas... o mundo...
mas é uma opção e espero que obtenhas só o melhor que a vida te pode proporcionar... o resto, aquilo que não interessa... deixa lá, mete pra trás das costas e segue o teu caminho.

Quanto ao texto lido na rádio... parabéns... espero mais.