quinta-feira, setembro 06, 2007

London 2007 (1)


Não sei fazer um balanço. Talvez nunca saiba. Como no ano passado, sinto que muito ficou por fazer. Sinto que TENHO de voltar. Suponho que este é o maior elogio que se pode fazer a uma cidade.
Saí de Coimbra em direcção ao Aeroporto de Lisboa três dias depois do fim da greve do pessoal do handling. Naquela Quinta-feira, dia 23, o meu fantasma era que a minha mala não chegasse a Luton, onde ia aterrar… Mas chegou. Não chegou foi a Londres.
No autocarro da Greenline que apanhámos de Luton para Londres, alguém ficou com a minha mala numa das paragens anteriores à nossa. Ela viria a aparecer no dia seguinte numa estação de polícia de Covent Garden, arrombada, mas intacta e com tudo o que eu tinha levado. Mas é estranho pensar que alguma alma distante andou a remexer nas minha cuequinhas e sabe a marca dos meus pensinhos diários… YUK! ;)
A Sexta-feira foi passada entre os escritórios da Greenline, o hotel em Earl’s Court e a zona de Knightsbridge, onde, à noite iríamos a um concerto dos Proms, no Royal Albert Hall. Ah, e claro, com um saltinho à estação de polícia de Halborn, para recuperar a minha mala!
O Hyde Park. O Wellington Arch (inspirado no Arco do Triunfo francês). O Harrods, com o seu irrepetível glamour e os fantásticos chocolates comprados na loja de “take away”, porque, quando se vê Cartier’s e Tiffany’s sem preço no andar térreo do armazém, fica-se com um pouco de medo de comprar o que quer que seja lá dentro… Não vão as férias terminar por ali… O Royal College of Music, com o seu museu de instrumentos que deliciou o meu namorado. O Royal Albert Hall. Magnífico. Cheio. E com um concerto perfeito, escutado a partir de um camarote! Ah, pois é! …Mais barato do que ir ao Coliseu!
E chega, porque quem já usou o metro de Londres com frequência sabe que aquilo cansa um bocado, mesmo que seja apenas a mudar de linha! Muitas escadas, muitos andares, muitos quilómetros percorridos debaixo de chão. E gente. Muita gente. Gente de todo o lado, com todos os estilos e todas as vozes. Misturadas. Em perfeita sintonia.
A minha Londres era minha outra vez.

12 comentários:

Tozé Franco disse...

Bem vind.
Londres é uma cidade fantástica. Dá sempre vontade de voltar.
Um abraço.

kalua disse...

espero um dia também lá poder ir... por agora é apenas um sonho distante! mas a esperança é sempre a última a morrer... ;)

Bjs

José Manuel Dias disse...

Enamorada?!

Carracinha linda! disse...

Bom dia GK!!!!!

Sorri ao ler-te! Apesar das peripécias que envolveram a tua mala de viagem (aposto que agora até te ris da situação, mas na altura não achaste a mínima piada), deu para ver que a viagem em si correu muito bem. Claro que só contaste mais um bocadinho (sim, andar de metro em Londres cansa muito) e por isso fico á espera que nos contes o que se passou nos restantes dias.

"Ainda" não te vais mudar para Londres... "ainda"... significa então que isso está nos teus planos, certo? Se assim for, só te posso dizer para ires em frente e desejar a melhor sorte!!!!

Beijoca grande e bom fim-de-semana!

Rafeiro Perfumado disse...

Não sei o que será mais assustador, roubarem-nos as coisas ou devolverem-nas porque não viram nada que lhes fizesse falta... ;)

The Star disse...

Humm, este teu relato é delicioso.
Deu-me vontade de conhecer Londres. Não é das cidades que mais vontade tenho de conhecer, sinceramente. Mas depois do que contaste... só não quero é ter de passar pela mesmo situação da mala de viagem. :s

GK disse...

A questão da mala, foi um engano. Houve um casal que saiu na paragem anterior à nossa e tirou as malas à pressa, porque o motorista estava "a pressionar". Chegados ao destino, demos conta de que tinham sobrado duas malas: a do meu namorado e outra que não era a minha!
Foi um engano. Depois foi a angústia de esperar que alguém contactasse a companhia de autocarros para recuperar a mala que tinha ficado.
Anyway, a minha mala deve ter visto mais de Londres que eu! LOL

André disse...

Uma mala perdida em Londres e devolvida à Policia, só por milagre não seria arrombada (especialmente pela polícia...) Não vá fazer Kabummm...

SoNosCredita disse...

a parte da mala rmexida dispensaria...

:)
ainda bem que lá voltaste e que pudémos contribuir, de alguma forma, para esse reencontro!

marta disse...

tás a ver? o pergigo espreita onde menos esperas! E tu a desconfiar do aeroporto de Lx... aiai... :D
Volto mais logo para ler o outro!
beijo.

SoNosCredita disse...

reparei logo no avião... igual ao que levou os McCann de regresso a Inglaterra. p'ra nunca mais voltarem, mto provavelmente!

Joanne disse...

yeah!! estou ansiosa por continuar a ler isto! É tão giro *.*

E quanto à mala... uau, que cena tão bizarra! Bem, mas sempre podemos vaguear um pouco na nossa imaginação e pensar quem poderia ter ficado com as nossas coisas... pensar em alguém específico... huumm.. lool

I love it!! *.* vou continuar a ler!!