quarta-feira, julho 11, 2007

Blá, blá, blá…

Às vezes falas, falas, pensas que estás a ser ouvida, dizem-te expressões que te incentivam a continuar e depois descobres que… bem podias ter poupado o fôlego…
Acontece-me muitas e muitas vezes.
Quando o meu interlocutor é alguém que não me conhece bem, classifico-o de semi-idiota e fico à espera de uma oportunidade para confirmar que não interessa.
Quando a pessoa com quem falo me deve atenção, por ser amigo ou mais que isso, sou eu que me sinto idiota e acabo por pôr quase tudo em causa.
Isto de viver, às vezes, é uma bela merda! :(

12 comentários:

Klatuu o embuçado disse...

Um MERDUM! :)

Klatuu o embuçado disse...

AVISO!!!!


Este texto - http://dente-de-marfim.blogspot.com/2007/07/inveja.html - é PLAGIADO do «Abrupto» de Pacheco Pereira!

A menina Kanoff - CUJO BLOG É TODO PLAGIADO - fingiu apagar o anterior blog - e transferiu tudo!

___
Hi5: http://kanoff.hi5.com/

Serjones disse...

às vezes prefiro ouvir a falar.

marta disse...

Gostei da classificação de semi-idiota, conheço alguns. :D (e eu sou mm mt idiota)
Não acho que viver seja de todo fácil, mas acho mt bom, não é sempre, ok... mas qd é... uiiii!

beijinhos.

Carracinha linda! disse...

Viver tem os seus momentos bons e os seus momentos maus. Ultimamente acho que viver é como andar num carrossel: ora estás em cima, como de repente estás em baixo e logo de seguida novamente em cima.

E às vezes também dificil ouvirmos com atenção ou sermos ouvidos da mesma forma. Acho que andamos todos tão invulcrados nos nossos problemas que às vezes não damos a atenção devida aos outros.

Acho que andamos todos a precisar de férias!!! :-)

Beijocas

PS - Os traumas vão-se superando a pouco e pouco, muito devagar...

SoNosCredita disse...

ñ é fácil... *

Pepe Luigi disse...

gk,
Viver não custa, custa é saber viver, como já dizia o filósofo.
Portanto há que pensar positivo nas coisas boas que a vida nos tem para oferecer. E os anos da nossa vida não são mais do que o somatório de todos os dias vividos, bem ou mal. Se podermos a pouco e pouco ir fazendo um balanço e retirar os maus dias, isso será óptimo!

Um beijinho
do Pepe.

mixtu disse...

bela caca...
ser idiota, tens que ler cortazar... no meu post anterior e depois diz-me qualquer coisa, provavelmente dirás, a vida é bela...

ps. e já se publicou, mas isso é outra realidade, aqui nos calhaus, é puro gozo, com alguma substância que deixo nos comments e que os "amigos" sabem, estórias que não ficam por lá muito tempo...

abrazo, e lê ensaio sobre ser idiota

Jotabê disse...

achei engraçada a expressão "...me deve atenção, por ser amigo ou mais que isso..."

pelos vistos até nas conversas tem de haver 'química', também me acontece sentir isso, mas eu vou um pouco mais longe, também me passa pela cabeça que eventualmente o tema da minha conversa naquele momento pode não estar a interessar, questões de 'timing', é nessas alturas que faço a opção, ou fico para ouvir, ou mudo o tema, ou vou pregar para outra freguesia...

se a conversa é mesmo importante e a mensagem tem de ser passada, nesse caso faço um espalhafato do caraças

conversas, pois é

ouvir, pouca gente está disposta a ouvir realmente o que os outros têem para dizer

:|

Sofia disse...

lololol... adorei a frase com que acabaste o post... É tão verdade.

O giro é quando os papéis são invertidos...

beijinhos e good vibes
Sofia

Rafeiro Perfumado disse...

Vá, GK, não sejas assim. Olha lá para fora, diz lá se não está um dia que merece ser vivido? E se não quiseres aturar os tagarelas, mete o belo do MP3 e passa pelo meio deles! Beijo!

GK disse...

Eu não me referia a uma conversa qualquer... Nem a um ouvinte qualquer... Nem a um momento qualquer... ;)